Reitor da UFRN recomenda que cursos avaliem possibilidade de suspender atividades presenciais

Reitor da UFRN recomenda que cursos avaliem possibilidade de suspender atividades presenciais
01 mar 2021

O reitor da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), José Daniel Diniz Melo, recomendou que os colegiados dos cursos avaliem a possibilidade de suspender temporariamente as atividades presenciais pelas próximas duas semanas diante do agravamento da pandemia no estado.

A recomendação consta em mensagem enviada neste sábado (27) à comunidade universitária sobre as medidas contra à Covid-19. O reitor cita que é necessário reduzir para o “mínimo possível” as atividades presenciais neste período.

“Neste sentido, preocupados com a situação da pandemia, decidimos recomendar que os colegiados avaliem se as atividades práticas presenciais de componentes curriculares podem ser suspensas temporariamente, ou ofertadas de maneira remota, desde que a suspensão não traga prejuízos ainda maiores para o enfrentamento da pandemia”, diz o reitor na mensagem.

A carta aponta que o comitê científico da UFRN entende que a “a oferta de atividades presenciais na instituição deve continuar condicionada à deliberação dos colegiados de curso e plenários de departamento”.

O reitor destacou no texto que UFRN tem trabalhado o calendário acadêmico no formato remoto e oferta algumas atividades práticas de forma presencial – essas precisam ser aprovadas pelas instâncias universitárias competentes e terem condições estabelecidas no Protocolo de Biossegurança da instituição.

José Daniel Diniz Melo atenta ainda que a maior parte das atividades que estão sendo ofertadas presencialmente são da área da saúde e que muitos dos estudantes contribuem no combate à pandemia no estado. “Não é demais reiterar que a UFRN já vem funcionando em formato remoto, tanto nas suas atividades acadêmicas como nas administrativas”, diz.

“E que a excepcionalidade de algumas atividades práticas presenciais acham-se circunscritas a alguns cursos da área da saúde e podem permitir, inclusive, que estudantes de graduação e de pós-graduação contribuam com o enfrentamento da situação atual”.

O gestor falou ainda que o retorno no formato online no ano passado se deu porque “os prejuízos da suspensão das atividades de ensino são muito grandes”. A volta do período letivo 2020.1 aconteceu em setembro.

“As aulas atualmente ministradas na UFRN, são, portanto, em formato remoto como previsto nas resoluções 062/2020 e 105/2020 do Conselho de Ensino, Pesquisa Extensão (Consepe) e, apenas excepcionalmente, com algumas atividades práticas realizadas de forma presencial”.

Na mensagem, o reitor cita também algumas ações de enfrentamento à Covid-19 realizadas pela UFRN, como a realização de mais de 70 mil testes da covid-19, a produção de álcool 70%; a participação dos hospitais universitários, com atendimento 100% pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e o desenvolvimento de aplicativos para gestão de leitos e aplicação de vacinas.

Do G1

Compartilhar

Anna Ruth
Anna Ruth

Anna Ruth Dantas é jornalista, apresentadora do programa RN Acontece, da Band Natal; produz e apresenta o programa Jornal da Cidade, da Rádio Cidade (94 FM - Natal), e apresenta o programa Panorama do RN (em rede com 16 emissoras de rádio do Rio Grande do Norte). Jornalista de grande credibilidade, atua também como consultora e ministra cursos de midia trainning na Trilhar Educação Corporativa.