ISD oferta capacitação sobre epilepsia a profissionais da saúde de SGA

ISD oferta capacitação sobre epilepsia a profissionais da saúde de SGA
10 out 2021

Preceptores multiprofissionais do Centro de Educação e Pesquisa em Saúde Anita Garibaldi (Anita), do Instituto Santos Dumont (ISD), realizaram uma atividade de capacitação sobre epilepsia para equipes de médicos e enfermeiros com atuação na rede básica de saúde do município de São Gonçalo do Amarante (RN). Participaram da formação, na semana passada, 32 médicos e enfermeiros do município, que atendem em unidades de saúde das zonas urbana e rural do município.

A ação faz parte de um projeto que tem o objetivo de capacitar profissionais da atenção básica para que eles saibam fazer o acompanhamento, diagnóstico, possíveis encaminhamentos e dar todo o suporte necessário às demandas de eventuais casos de epilepsia que chegam à rede. A doença pode provocar convulsões ou crises não convulsivas e, por exemplo, sensações de distorção de percepção, movimentos descontrolados de uma parte do corpo ou medo repentino.

A formação tem foco nos casos de epilepsia controlada, aqueles que podem ser tratados com medicamentos e podem contar com a assistência das Unidades Básicas de Saúde. “A capacitação das equipes foi pensada para melhorar a atenção aos pacientes nos seus municípios e para qualificar o atendimento e manejo da Epilepsia, além compreensão do fluxo de referência das pessoas com Epilepsia Farmacorresistente, que são os casos mais graves”, explica a preceptora multiprofissional assistente social do ISD, Alexandra Lima, uma das profissionais à frente da ação.

São Gonçalo do Amarante é um dos municípios de abrangência do Centro Especializado em Reabilitação (CER IV ISD) localizado no Anita, e é o terceiro contemplado com as capacitações sobre o tema, que já tiveram como público profissionais de Macaíba e Extremoz.

A clínica de Epilepsia do CER IV ISD é referência no Rio Grande do Norte em assistência às epilepsias farmacorresistentes – que desencadeiam crises de difícil controle por medicamentos.

“Mesmo os casos de difícil controle, quando recebem alta passam a ser acompanhados mais de perto pelas estratégias de saúde da família, então é importante que os profissionais estejam aptos a receber, reconhecer e dar a assistência necessária aos pacientes com quadros epiléticos”, diz Alexandra.

Compartilhar

Anna Ruth
Anna Ruth

Anna Ruth Dantas é jornalista, apresentadora do programa RN Acontece, da Band Natal; produz e apresenta o programa Jornal da Cidade, da Rádio Cidade (94 FM - Natal), e apresenta o programa Panorama do RN (em rede com 16 emissoras de rádio do Rio Grande do Norte). Jornalista de grande credibilidade, atua também como consultora e ministra cursos de midia trainning na Trilhar Educação Corporativa.