Governadora cobra ao MS vacinas para população indígena, profissionais da Educação e pessoas com deficiência

Governadora cobra ao MS vacinas para população indígena, profissionais da Educação e pessoas com deficiência
18 fev 2021

A governadora, professora Fátima Bezerra, voltou a cobrar ao Ministério da Saúde (MS) o envio das doses para a imunização das comunidades indígenas e a inserção dos profissionais da educação e das pessoas com deficiência nos grupos prioritários para a vacinação contra a Covid-19. O alerta foi feito, nesta quarta-feira (17), durante reunião virtual do Fórum dos Governadores do Brasil com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello. Na ocasião, Pazuello confirmou a previsão de chegada de um novo lote de vacinas ao Rio Grande do Norte no próximo dia 24.

“Reitero meu apelo para que as vacinas destinadas às comunidades indígenas do RN cheguem. O Ministério já sinalizou que as doses seriam entregues, uma vez que já estavam inseridos nos grupos prioritários, mas nada aconteceu. Também entre os grupos prioritários não podemos esquecer dos profissionais da educação, assim como das pessoas com deficiência”, destacou Fátima.

Outro tema bastante discutido foi a  divulgação do cronograma de envio das vacinas a todos os estados brasileiros. Pazuello afirmou que, até o fim desta semana, as datas serão reveladas. Ele ainda declarou que a meta do MS é vacinar, até julho, 50% da população prioritária do país e chegar a 100% até o fim do ano.

O coordenador do Fórum, Wellington Dias, chamou a atenção para a necessidade de discussão junto ao Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) sobre a proposta do Ministério em, a partir de agora, fazer os repasses federais por leitos ocupados e não mais por leitos habilitados. “Ainda há uma forte tendência de adoecimento no país. É preciso deixar os leitos para suprir as demandas de hoje e as de amanhã”, alertou.

Outra cobrança da governadora ao Ministro foi com relação ao aumento do número de doses entregues aos estados. “É preciso ampliar o número de doses das vacinas. O Governo Federal tem de fazer um esforço cada vez maior para ter mais alternativas de aquisição e avançar.” A chefe do Executivo ainda declarou que somente com o cumprimento do cronograma pelo Governo Federal será possível aos estados se prepararem junto aos seus municípios.

“Estamos ainda mais preocupados com o quadro de gravidade da pandemia. Neste exato momento, os hospitais de Natal e da Região Metropolitana, estão com 100% de ocupação. Esta situação só vem a corroborar o quanto o Brasil precisa dar um passo significativo para recuperar o terreno perdido e expandir o processo de vacinação no país. Isso é urgente”, finalizou a governadora.

Acompanharam a governadora na reunião: o vice-governador, Antenor Roberto; a secretária de Estado adjunta da Saúde Pública, Maura Sobreira, e a secretária adjunta do Gabinete Civil, Socorro Batista.

Compartilhar

Anna Ruth
Anna Ruth

Anna Ruth Dantas é jornalista, apresentadora do programa RN Acontece, da Band Natal; produz e apresenta o programa Jornal da Cidade, da Rádio Cidade (94 FM - Natal), e apresenta o programa Panorama do RN (em rede com 16 emissoras de rádio do Rio Grande do Norte). Jornalista de grande credibilidade, atua também como consultora e ministra cursos de midia trainning na Trilhar Educação Corporativa.